[ editar artigo]

O Perigo das Religiões Orientais

O Perigo das Religiões Orientais

Na noite do dia 11 de abril, com um período de 45 minutos de oração, foi que iniciamos o culto de ensino da palavra de Deus. Cantamos intercalados dois hinos da harpa cristã, o 225 e o 108. Ainda ofertamos na obra de Deus depois de uma leitura bíblica de oferta. Ouvimos os avisos e na vigésima ministração sobre “Dois poderes, uma mente” nosso pastor ensinou sobre o tema: "O Perigo das Religiões Orientais".  Acompanhamos uma leitura bíblica feita em Ap 18. 1-9. Para o espanto dos antropólogos que diziam há tempos atrás que não iria existir religião no século XXI, é algo que vai contra as profecias das Escrituras, pois elas revelam que existiria em grande escala nos últimos dias. As religiões orientais, por exemplo, têm encontrado simpatia no ocidente.  Precisamos ter um profundo conhecimento bíblico, ter discernimento de espíritos, pois elas enganam e confundem. Uma das razões principais das religiões orientais se propagarem no Brasil são os artistas. O Panteísmo, Confucionismo, Hinduísmo e outras tantas se propagam no mundo. Existe uma fala enganosa no mundo: "todas as religiões levam a Deus". Focamos nas religiões orientais porque todas tem o mesmo lema. A frase é: “você precisa abrir a sua mente para canalizar as energias cósmicas através dos chakras e dos mantras”. Abrir a mente para energias cósmicas é abrir a mente para a entrada de demônios. O diabo usa a religião para controlar as mentes das pessoas. Só tem um jeito de chegar a Deus, só por Jesus. As religiões ensinam que todos os caminhos levam a Deus.  O pastor pediu cuidado com certas práticas como a Homeopatia Holística. 2 Reis 20.7. A Bíblia não tem problema com isso. O que curou foi à pasta de figo. O problema é que parte das plantas e chega a um ritual espiritual e dão poder às plantas alucinógenas. São as benzedeiras modernas. Cuidado com a massoterapia. Estar informado se tais trabalhos não tem origem em práticas ocultistas, esotéricas. Fundos musicais consagrados às trevas que levam a pessoa a estar “em harmonia com o universo”, que não passam de mantras. Cuidado com a meditação transcendental. Sl 19.14; Sl 63.6; 119.97; 143.5; a Bíblia incentiva a meditação, porém uma é a bíblica e outra é a transcendental. A meditação bíblica é ativa, incentiva à memorização da palavra e a prática. A transcendental é passiva, ela esvazia, e com isso os demônios entram. Essa incentiva o culto a si mesmo. O eu se potencializa. A bíblica incentiva o culto ao trino Deus. Deus quer que sejamos cheios da plenitude dele, do Filho e do Espírito Santo. Toda a religião que despreza a Bíblia o diabo está lá. Toda a igreja que despreza a Bíblia, o diabo tem um trono nela. Cuidado com a yoga, prática do Hinduísmo. A proposta é liberar a mente para uma divindade. Muitos se suicidam, outros ficam profundamente depressivos. Não podemos nos calar tendo a verdade de Deus. Precisamos fazer mais, precisamos promover a verdade. Vamos ter cuidado para essas práticas não entrem em nossa casa, em nossa vida, e vamos descansar e relaxar em Cristo Jesus. Enchemos a mente da palavra e seus princípios. O pastor fez uma oração para termos avanço no reino de Deus.

MINISTÉRIO de COMUNICAÇÃO da AD VACARIA

TAGS

ensino

Ler matéria completa
Indicados para você