[ editar artigo]

O Conflito do Reino da Luz com o Reino das Trevas

O Conflito do Reino da Luz com o Reino das Trevas

Depois de um período de quarenta minutos de oração cantamos em adoração. Assim iniciamos o grande culto de oração e ensino da Sã Doutrina. Cantamos, depois de aberto o culto em nome de Jesus, o hino nº 304 da Harpa Cristã. O Pb. Jorge Nuñez saudou bem vindo o Missionário Ederli que veio para ministrar a palavra de Deus no nosso acampamento, e o Ev. Januário Barbosa trouxe a Palavra de oferta lendo em Mc 12.44. Ofertamos cantando o hino nº 310 da Harpa.  O pastor chamou a atenção para os avisos gerais e logo ministrou a palavra de Deus. Foi a aula 14 do tema geral "Dois Poderes, Uma Mente". Nosso pastor ministrou sobre o tema "O Conflito do Reino da Luz com o Reino das Trevas" baseado na leitura bíblica em Cl 1. 9-14. Quando nós entramos no Reino de Deus, mediante o novo nascimento, ao sermos chamados ao Reino de Deus deixamos outro reino, o reino das trevas. Quem não pertence ao Reino de Deus naturalmente pertence ao reino das trevas. Satanás trabalha incansavelmente cegando o entendimento dos incrédulos (2 Co 4.4). O objetivo do inimigo é manter as pessoas em trevas para não experimentarem o evangelho e a luz de Deus. Agora nós em uma nova relação com Deus e sua Palavra passamos a saber o que é certo ou errado. Para quem anda nas trevas, o certo e o errado depende do senso comum que diz tudo ser certo, eles não tem a Bíblia. Nós como novas criaturas olhamos para a palavra de Deus. Ilustrando isso, Paulo fala em Ef 5. 3-14 que é pecado achar que podemos fazer o que quiser nesta vida. Os discípulos sabiam que a conversão deveria ser radical. Estamos em guerra constante. O Reino dos céus está recrutando pessoas que realmente se esforcem para estar dentro dele. Precisamos ter a mente de Deus até para decidirmos as coisas, se elas estão ou não em conformidade com a palavra de Deus. Jesus falou muito do Reino de Deus, e enviou seus servos para anunciar sobre o Seu Reino e Seu Rei. Os nascidos de novo tem compromisso com a proclamação do Reino de Deus. Como servos do Rei, nossas prioridades são outras, elas devem fazem parte da nossa vida diária. O Reino precisa estar nos pensamentos, meditações, nas orações, nos cânticos e vigiando sempre. Em 1 Pe 4. 1-4, Pedro diz que devemos estar com a nossa mente armada com coisas boas e santas que agradem ao Senhor. As pessoas devem estranhar nossa maneira de viver de acordo com a Bíblia, temos que ser diferentes deste mundo estragado. Somos a igreja de Cristo, somos pertencentes ao Reino de Deus. Com clamor declarando nossa necessidade da presença de Deus, encerramos!

Ministério de Comunicação da AD Vacaria.

TAGS

ensino

Ler matéria completa
Indicados para você